Como planejar uma viagem de volta ao mundo

Fazer uma viagem de volta ao mundo pode ser um negócio complexo, por isto preparamos um roteiro para que sua viagem de volta ao mundo seja bem sucedida.

Se o seu último sonho de viagem é fazer uma viagem de volta ao mundo, e parar onde sua fantasia lhe levar,  preparamos algumas dicas para viajantes que querem ver tudo mas que são simplesmente indecisos. Reservar uma passagem de volta ao mundo pode parecer um negócio complexo, mas se seguir estas dicas, poderá ser bem sucedido.

Como fazer

A maneira mais econômica para circunavegar é comprar um bilhete de avião de volta do mundo que é  utilizado por uma aliança entre  várias companhias aéreas. Teoricamente, qualquer encaminhamento é possível, mas sabendo como funciona o sistema de reserva “RTW “, irá tornar sua viagem mais barata. Por exemplo, a Star Alliance, uma união de 27 companhias aéreas, oferece um bilhete RTW com um máximo de 15 pontos. Companhias-membro voam para 1.185 aeroportos em 185 países.

As regras

você deve seguir uma direção global (leste ou oeste – sem backtracking), você deve começar e terminar no mesmo país, e você deve reservar todos os seus voos antes da partida, mas você pode alterá-los posteriormente (o que pode incorrer  encargos adicionais).

Quanto tempo você precisa

Você poderia rodear o mundo num fim de semana se voar sem parar, no entanto, a duração mínima da maioria dos bilhetes RTW é de dez dias – ainda assim é uma brincadeira sem fôlego. Considere  empilhar um  estoque anual licença marcadas, em feriados ou mesmo arranjar um ano sabático ou  de tirar dois meses de férias, mas o ideal seria de  seis meses sendo que a duração máxima de um bilhete RTW é de um ano.

Quando ir

O tempo nunca será ideal em todas as suas paradas. Então é preciso se concentrar no que quer fazer mais, e as condições de pesquisa no local. Se por ventura , uma caminhada  no Himalaia é o seu destaque, não deve ir para o  Nepal no período de chuvas ( monções) que se estende de junho  a setembro. Se você quiser nadar com tubarões-baleia fora de Austrália Ocidental, deve estar de lá entre abril e julho.  Em alguns casos você estará em algumas regiões no momento errado – embora isso possa oferecer benefícios inesperados (por exemplo, a Zâmbia no período chuvoso significa paisagens exuberantes e preços mais baratos). Em geral, se pode tirar fotos panorâmicas da cidade durante todo o ano, e  para escapar do  extremo calor / frio / chuva , você pode aproveitar para visitar  museus e cafés), mas aventuras ao ar livre são mais produtivas e agradáveis no tempo certo.

Para onde ir

O clássico   bilhete RTW flit, é mais baixo o preço entre algumas cidades grandes, por exemplo: Londres – Bangkok – Singapura – Sydney – LA. Se você deseja vincular centros mais excêntricos  como Baku, Kinshasa e Paramaribo, os preços vão subir consideravelmente. O custo do bilhete baseia-se na distância total percorrida ou o número de países visitados.

Lembre-se:  você não tem que voar entre cada ponto: na Austrália, você pode pousar em Perth e fazer viagens por terra para Cairns. De Moscou, você pode voar ou então ir a bordo trem Transiberiano.

Escolha alguns destinos que são de seu interesse  pessoal e deixe  o restante do itinerário em torno destes. Por exemplo, se você é um trekker afiado, encare uma trilha Inca um Peru (Trilha Inca), Nova Zelândia (Milford Track) e Nepal itinerário (Everest Base Camp) O Brasil é o point de entrada  para a América do Sul), Austrália  e norte da Índia. 

Se os orçamentos são um problema,você deverá optar por passar mais tempo em países menos caros. Suas despesas diárias serão muito mais elevadas na Europa Ocidental e na América do Norte do que no Sudeste Asiático. Os países mais em conta em relação aos orçamentos são : Indonésia, Bolívia e Índia.

Dicas, truques e armadilhas

  • Fale com um especialista antes de planejar: você pode ter um itinerário em mente, mas um experiente guia de viajens RTW vai saber qual rotas funcionam melhor e menor custo – alguns ajustes pode significar uma grande economia.
  • Seja flexível: mover sua data de partida por alguns dias pode economizar dinheiro; no meio da seman os voos são geralmente mais baratos, e no Natal por exemplo, são bem mais caros do que em outras datas.
  • Pense sobre viagens internas: pode ser mais barata para reservar voos internos, ao mesmo tempo, como reservar o seu bilhete RTW – mas, com o aumento global de empresas de baixo custo, você pode achar que é melhor (e mais flexível) para comprá-los separadamente.
  • Fique sabendo que se não estiver a bordo de um de seus voos reservados (digamos que  por um capricho, você decidiu viajar por terra de Bangkok a Singapura, em vez de voar), é bem provável que  sua companhia cancele todos os voos subsequentes.
Fonte: www.lonelyplanet.com

Dê sua opinião!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *