Principais atrações turísticas de Paris #2

Parques e jardins – Principais atrações turísticas de Paris

Desde a década de 1980, vários espaços verdes foram criados em terrenos desativados, porém ainda é possível encontrar  jardins antigos no coração de Paris, como o das Tulherias e o de Luxemburgo. O Jardim das Tulherias foi criado no século XVI, sobre a margem direita do  rio Sena  próximo do Louvre no estilo italiano, por ordem de Catarina de Médicis para decorar o entorno do palácio das Tulherias, onde passava seu tempo livre.

Em 1664, o arquiteto André Le Nôtre, autor do projeto do parque que rodeia o palácio de Versalhes, transformou-o num jardim no estilo francês, formal e simétrico com diversas estátuas ornamentais.

Jardim das Tulherias-

Jardim das Tulherias-

O Jardim do Luxemburgo, sobre a margem esquerda, era outrora uma dependência privada do castelo construído por Marie de Médicis, em cerca de 1625. É o maior parque público da cidade de Paris com mais de 224 mil m², localizado no 6º Distrito. O Jardim do Luxemburgo atualmente pertence ao Senado da França, que está sediado no famoso Palácio do Luxemburgo.

Jardim de Luxembourg

Jardim de Luxembourg

O jardim possui um enorme parterre decorado com uma coleção exuberante de estátuas e também com pequenos lagos destinados ao lazer infantil. O jardim inclui também um pequeno teatro de fantoches, um pomar e um restaurante. Fica próximo ao Teatro Odéon.

O Jardim das Plantas, instituído por Guy de La Brosse, o médico de Luís XIII, para o cultivo de plantas medicinais, foi o primeiro parque público de Paris. Éum jardim botânico aberto ao público, situado no 5º Arrondissement de Paris como parte integrante do Museu Nacional de História Natural. Está situado no V que se forma entre a Grande Mesquita, o Campus Universitário de Jussieu e o Rio Sena.

Jardim das plantas

Jardim das plantas

O Bosque de Bolonha  cobre uma superfície de 8,459 km², sendo conhecido como um dos pulmões da capital francesa.

É um pouco menor do que o Parque Florestal de Monsanto, em Lisboa, mas é duas vezes e meia maior do que o Central Park, em Nova Iorque, e 3 vezes maior do que o Hyde Park, em Londres.

O bosque é cheio de atividade nos finais de semanas. As pessoas andam de bicicleta, correm, remam, brincam com barcos de controle remoto ou fazem pique niques, no entanto não  são autorizados churrascos. Em Julho há uma festa de 3 dias com a participação de  mais de 50 bandas e cantores.

Bosque de Bolonha

Bosque de Bolonha

Desde a década de 1980  vários espaços verdes foram criados em terrenos desativados, dentre eles  O Parque da Villette, imaginado pelo arquiteto Bernard Tschumi no local dos antigos matadouros de Paris, é hoje o maior parque do intra-muros.  O Parc de la Villette é um parque urbano em Paris situado no 19º arrondissement, na divisa com Seine-Saint-Denis. Foi projetado por Bernard Tschumi. Em 25 hectares de um antigo abatedouro ele é o maior parque da cidade de Paris e sua segunda maior área-verde (depois do Cemitério do Père-Lachaise). O parque abriga construções públicas voltadas à Ciência e à Música, além de muitos “follies”, que são elementos arquitetônicos construídos em jardins com formas e funções distintas.

Parque de la villette

Parque de la villette

Durante a década de 1990, o Parque de Bercy, o Parque de Belleville e outros foram fundados.

O Parc de Belleville  é considerado o mais alto parque da cidade. De aproximadamente 45.000 metros quadrados , o parque  foi desenhado por François Debulois  e foi  aberto ao público pela primeira vez em Dezembro de 1988. Através de Belleville o visitante pode apreciar  uma das mais belas vistas panoramicas de Paris.  Cercado por centenas de árvores de várias espécies, suas ruas são em forma de zig zag e todo o caminho é enfeitado por flores multicoloridas.  O parque de Belleville abre às 8 da manhã durante a semana e às 9 da manhã nos finais de semana.

Parque de Belleville

Parque de Belleville

A periferia da cidade ao longo da antiga linha férrea circular foi igualmente embelezada por jardins familiares ou educativos. Os jardins de Éole inaugurados em 2007 é o parque mais importante criado em Paris na década de 2000.

Os Jardins de Éole  são o resultado da mobilização de profissionais  , e associações de moradores . Contando com mais de 42 000 m², os jardins  ilustram o desejo de embelezar, levando em conta a demanda social.

Os jardins do Éole estão distribuídos por quatro hectares de  espaço verde no  no 18 º Distrito de Paris. Eles oferecem um fôlego para os moradores além de restabelecer o valor para o bairro  permitindo criar encontros entre pessoas de  culturas diferentes. Os jardins de Éole estão abertos das 08:00 h às 21:30 h no verão.

Jardim  Eole

Jardim Eole

 

 

Dê sua opinião!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vamos Viajar Juntos!

Junte-se a mais de 8,000 leitores inteligentes e receba nossas dicas imperdíveis para viajar pelo mundo. (é grátis)!