Principais pontos turísticos do Cairo #1

Conheça os principais pontos turísticos do Cairo, sua localização nas margens do Rio Nilo conferem fascínio e beleza neste passeio místico pelo Cairo.

Cairo, a capital do Egito é a 15ª metrópole mais povoada do mundo e também, a área metropolitana mais povoada de todo o continente africano. Conhecida pelos egípcios como a “mãe de todas as cidades” e a “cidade dos mil minaretes”. Sua localização priviliegiada nas margens e ilhas do Rio Nilo conferem fascínio e  beleza neste passeio quase místico pelo Cairo, em cujo solo estão assentadas as mais belas imagens do nosso planeta ao sul do delta.

Zona moderna da cidade vista da Torre do Cairo.

Zona moderna da cidade vista da Torre do Cairo.

Ao sul se encontra o lugar onde se edificou a antiga cidade de Mênfis.

Pontos Turísticos

A Esfinge  de Gizé é uma imagem icônica de um leão estendido com a cabeça de um falcão ou de uma pessoa, inventada pelos egípcios do império antigo, mas uma cultura importada da mitologia grega.

Esfinge de Gizé

Esfinge de Gizé

A Pirâmide de Quéops (ou Khufu), também conhecida como a Grande Pirâmide, foi construída para ser a tumba do Faraó Quéops. É a maior das três pirâmides de Gizé: sua altura original era de 146,60 metros, mas atualmente é de 137,16 m, pois falta parte do seu topo e o revestimento.

A Grande Pirâmide de Queópes está localizada a 15km ao sul do Cairo, no Egito.

Esta estrutura monstruosa ocupa 13 acres e consiste de 2.5milhões de blocos de granito e calcário. A pirâmide foi originalmente construída com blocos de calcário polido, o que lhe dava uma superfície brilhante e reflexiva(esta cobertura foi destruída durante as invasões árabes muitos séculos mais tarde).  Considerada umas das grandes maravilhas da engenharia da história, e uma explicação satisfatória sobre sua construção ainda está para ser encontrada.

Pirâmide de Queops

Pirâmide de Queops

A Torre do Cairo  é uma torre de televisão de concreto  construída no moderno distrito de Zamalek, cercado pelo rio Nilo.

Com mais de 180 metros, a torre do Cairo é 43 metros mais alta que a Grande Pirâmide de Gizé, localizada a 15 km ao sul. é também um dos principais pontos turísticos do Cairo. Foi construída nas décadas de 1950 e 1960 com o objetivo inicial de convencer o mundo ocidental que os egicios podiam erguer a Represa de Assuã. Foi concebida pelo arquiteto egipcio Naoum Shebib em forma de uma Flor-de-Lotus, planta símbolo do Egito. A torre também possui um restaurante rotativo que proporciona uma vista de toda a região do Cairo. A rotação do restaurante dura aproximadamente 70 minutos.

Torre do Cairo

Torre do Cairo

A Casa de Ópera do Cairo é parte do Centro Cultural Nacional de Cairo. É a residência das mais importantes organizações musicais egípcias, como a Orquestra Sinfônica do Cairo.  O Grande Hall dispõe de 1.300 lugares em quatro andares, incluindo lugares para a orquestra e Camarote Presidencial. Usado em óperas, apresentações sinfônicas e performances de balé.  O Pequeno Hall  oferece 500 lugares em um único piso, usado em apresentações de câmara e recitais. Pode ser usar como um hall de recepção para eventos importantes. O Teatro a Céu Aberto  dispõe  de 600 lugares.

Casa de ópera

Casa de ópera

Museu do Cairo

Para evitar que o  patrimônio nacional se dissipasse,  foi que em meados do século XIX, o governo egípcio decidiu construir um museu onde seriam conservados e salvaguardados os tesouros do Antigo Egito. O museu atual, inaugurado em 1902, é um edifício de dois andares, situado no centro da cidade e embelezado por um pequeno jardim adornado com epígrafes e esculturas antigas.

O rés-do-chão, inteiramente dedicado à escultura e aos sarcófagos, é dominado pelas estátuas colossais de Amenothep III e da rainha Tie, colocadas ao fundo do grande átrio. O museu do Cairo ergue-se no centro da cidade, precisamente na praça de al Tahrir, onde é possível chegar com o metropolitano e com numerosas linhas de autocarro que aqui têm um terminal. Situado no lado norte da praça, a pouca distância do rio, na sua vizinhança encontram-se numerosos hotéis de luxo. À frente do museu, num pequeno jardim adornado com esculturas e epígrafes antigas, encontra-se o monumento funerário do seu fundador, o francês Auguste Mariiette.

Museu do Cairo

Museu do Cairo

O Cairo Islâmico é antiga cidade islâmica da capital egípcia, da Era Medieval. Fundado no século X, transformou-se no novo centro do mundo islâmico, alcançando sua idade dourada no século XIV.

Entre os mais de 800 monumentos que abriga, encontra-se a mesquita Al-Azhar. Fundada em 970, é considerada a universidade mais antiga do mundo. Entre os monumentos destacam-se também a Mesquita Ibn Tulun, que data do século IX e é uma das maiores do mundo; o Mausoléu de Imam ash-Shafi’i, o maior túmulo islâmico do Egipto, onde um dos santos islâmicos mais importantes foi enterrado, e a Cidadela, uma fortaleza medieval que foi o centro do poder egípcio durante 700 anos, com três mesquitas principais e grande quantidade de museus.

Cairo  Islãmico Sultan Hassan

Cairo Islãmico Sultan Hassan

 

One Response

  1. martha luiza 12/05/2014

Dê sua opinião!

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


+ 2 = 9