Principais atrações turísticas em Paris #1

Paris,  a cidade símbolo da cultura francesa, recebe anualmente quase trinta milhões de visitantes. Neste post faremos uma síntese das Principais atrações turísticas em Paris, a cidade que ocupa também um lugar preponderante no mundo da moda e do luxo.

Paris

Paris

Mas se Paris é hoje em dia a capital mais visitada do mundo, ela é julgada como uma das menos acolhedoras e das mais caras: segundo uma enquete realizada em sessenta cidades com cerca de 14 000 pessoas através do mundo,  ela se situa em primeiro lugar em beleza e dinamismo, mas uma das piores qualificadas no que concerne à qualidade do acolhimento (52° dentre 60) e os preços praticados (somente 55).  Em 2006,  Paris chegou ao terceiro lugar como destino de viajantes internacionais, sendo a cidade que detém o título de maior número de congressos internacionais realizados anualmente.

Viagem para Paris é sonho de muitos

O maior setor econômico é o turismo de lazer (cafés, hotéis, restaurantes e serviços relacionados) e o profissional (salão, congresso, etc). Ela enfrenta a concorrência emergente das cidades do Leste e do Sul Europeu que são por vezes mais baratas. Assim, Madrid é uma concorrente séria no turismo de lazer, Viena e Milão o são no turismo profissional. Paris dispõe de uma rede hoteleira muito diversificada, a um custo menor que várias outras capitais no setor de duas e três estrelas e se beneficia ainda de sua reputação no setor de elegância, luxo, perfumes, moda e gastronomia.

Principais atrações turísticas em Paris

A Torre Eiffel – construída em 1889, foi planejada inicialmente para ficar de pé por apenas 20 anos; é considerada atualmente o principal símbolo da cidade.

Torre Eiffel - Paris /França  Foto by Luiza Lima

Torre Eiffel – Paris /França Foto by Luiza Lima

A avenida Champs-Élysées, que significa Campos Elíseos é uma das mais largas avenidas do mundo, e uma das mais famosas.

Champs-Elysées  Paris

Champs-Elysées Paris

O Arco do Triunfo– construído por Napoleão Bonaparte, em 1806, em homenagem às vitórias francesas e aos que morreram no campo de batalha. Inaugurado em1836, a monumental obra detém, gravados, os nomes de 128 batalhas e 558 generais. Em sua base, situa-se o Túmulo do soldado desconhecido (1920). O arco localiza-se na praça Charles de Gaulle, uma das duas extremidades da avenida Champs-Élysées.

Arco do Triunfo - Paris -foto by Luiza Lima

Arco do Triunfo – Paris -foto by Luiza Lima

O Museu do Louvre -É onde se encontra a Mona Lisa, a Vitória de Samotrácia,  e a Vénus de Milo.  Abriga também enormes coleções de artefatos do Egito antigo, da civilização greco-romana, artes decorativas e aplicadas, e numerosas obras-primas dos grandes artistas da Europa como Ticiano, Rembrandt, Michelangelo, Goya e Rubens, numa das maiores mostras do mundo da Arte e cultura humanas.

Museo do Louvre

Museo do Louvre

O Montmartre  ,  uma colina que já no tempo dos gauleses  se destinava a lugar de culto, e atualmente é uma área histórica da cidade  onde se localiza a Basílica de Sacré Cœur. É   famosa por seus cafés,  estúdios e clubes noturnos, como o Moulin Rouge.  A característica principal do bairro é a boêmia.

A Catedral de Notre-Dame– famosa catedral gótica localizada no centro da cidade

Catedral de Notre Dame

Catedral de Notre Dame

O Panthéon  é um  edifício, em estilo neoclássico que  impressiona  pela reprodução da pureza e magnificência gregas em sua estrutura.  É uma antiga igreja, famosa por abrigar os restos mortais de vários franceses famosos. Dentre as celebridades ali sepultadas encontram-se René Descartes, Émile Zola,  Rousseau e Alexandre Dumas.

Pantheon

Pantheon

Pantheon parte central

Pantheon parte central

Quai d’Orsayé o nome de um cais na margem esquerda do rio Sena em Paris, que se estende entre a Torre Eiffel e o Palácio Bourbon, onde fica a Assembleia Nacional Francesa e o Hôtel de Lassay, residência do presidente dessa assembléia.

Quai Orsay

Quai Orsay

O Museu de Orsay– Museu que reúne importante coleção de arte impressionista , foi no passado, uma estação de trem. Com a sua desativação, foi quase demolida, mas por protestos foi transformada em museu.

Museu d 'Orsay

Museu d ‘Orsay

O Hôtel des Invalides, ou Palácio dos Inválidos, é um enorme monumento parisiense, cuja construção foi ordenada por Luís XIV, em 1670, para dar abrigo aos inválidos dos seus exércitos. Hoje em dia, continua acolhendo os inválidos, mas é também uma necrópole militar e sede de vários museus.

Hotel des Invalides vista áera

Hotel des Invalides vista áera

La Défense– o centro financeiro de Paris, a oeste da cidade. Com o Grande Arco, com cerca de 110 metros de altura, a área abriga muitos dos maiores e mais altos edifícios da área urbana de Paris. Com 314.000 m², seus 72 edifícios de vidro e aço, incluem 14 arranha-céus acima de 150 metros, com 150.000 trabalhadores diários e 3,5 milhões de metros quadrados de espaços de escritórios, La Défense é o maior centro empresarial desenvolvido na Europa.

La Defense  - Paris

La Defense – Paris

O Palácio de Versalhes – localizado na cidade de Versalhes, a maior atração turística do mundo. Construído por Luís XIV para abrigar toda a corte, designava o poder, a glória e a riqueza do Rei Sol (Luís XIV). Considerado um dos maiores do mundo, o Palácio de Versalhes possui 2.153 janelas, 67 escadas,352 chaminés, 700 quartos, 1.250 lareiras e 700 hectares de parque. É um dos pontos turísticos mais visitados de França e recebe em média oito milhões de turistas por ano. O palácio localiza-se ea três quarteirões da estação ferroviária.

Jardins do Palacio de Versalles - Paris - França

Jardins do Palacio de Versalles – Paris – França

Disneyland Resort Paris – Complexo turístico do conglomerado Disney contendo várias opções de entretenimento incluindo dois parques multitemáticos, Disneyland e Walt Disney Studios. Localizado em Marne-la-Vallée (subúrbio de Paris) é a atração turística mais visitada da Europa, atraindo 12,4 milhões de visitantes só em 2004.

Euro disney - Paris

Euro disney – Paris

 Hôtel de Ville – Sede da prefeitura de Paris. Além de possuir uma arquitetura peculiar francesa, esbanja luxo e riqueza em cada detalhe.

Hotel de Ville - Paris / França

Hotel de Ville – Paris / França

O Moulin Rouge – Antigo cabaré utilizado para divertimento dos franceses em relação às francesas que ali trabalhavam. Hoje usado como ponto turístico.

Moulin Rouge

Moulin Rouge

Óperas, teatros e salas de espetáculo

As maiores óperas de Paris são a Ópera Garnier e a Ópera da Bastilha. Elas oferecem um repertório variado entre o clássico e o moderno. O teatro é tradicionalmente um lugar importante da cultura parisiense. A Comédie-Française, o Théâtre de l’Odéon, o Théâtre Mogador e o Théâtre de la Gaîté-Montparnasse estão dentre os principais teatros parisienses. Alguns servem igualmente como salas de concerto.

Ópera Garnier

Ópera Garnier

Esportes

Paris foi sede duas vezes dos Jogos Olímpicos em 1900 e 1924. A cidade viu ainda duas finais do mundial de futebol em 1938 e 1998. Embora o tradicional Tour de France nem sempre comece em Paris, é nela que se encerra sempre a prova. Paris também é sede do Torneio de Roland-Garros, um dos quatro torneios mais importantes de tênis do mundo.

Os principais clubes desportivos de Paris são o Paris Saint-Germain Football Club (futebol, estádio Parc des Princes), Paris Basket Racing (basquete) e Stade français (rugby).

Roland Garros

Roland Garros

Transportes em Paris

Para se locomover dentro da cidade, além de ônibus, há o metrô, com 14 linhas, sendo o terceiro maior da Europa. Paris é servida ainda pelo RER, uma rede ferroviária suburbana que facilita a ligação de toda a região metropolitana. Seis grandes estações ferroviárias ligam-na à sua periferia através das quinze ferrovias doTransilien   a todas cidades da França e à zona rural próxima através do TGV ou de trens clássicos.

Thalys  Koeln

Thalys Koeln

Paris é, após Londres, a cidade européia que mais contabiliza passageiros aéreos (86,9 milhões em 2008), sendo a quinquagésima do mundo; conta ainda 2,24 milhões de toneladas de frete em 2006 pelos dois aeroportos que acolhem o tráfego principal: o Aeroporto de Paris-Orly e sobretudo o Aeroporto de Paris-Charles de Gaulle.

O trânsito é bastante denso e frequentemente complicado apesar das largas avenidas traçadas por Haussmann no século XIX que grandemente facilitaram o tráfego que já era pesado naquela época. A cidade é rodeada por um bulevar periférico, o leito carroçável mais rodado da França. Uma rede de autoestradas urbanas em forma de teia de aranha ligam-na aos subúrbios periféricos e ao resto do país. Estacionar em Paris se revela delicado, à semelhança da maioria das grandes metrópoles. O estacionamento é pago na quase totalidade das ruas.

Tráfego visto de cima do Arco do Triunfo

Tráfego visto de cima do Arco do Triunfo

A municipalidade promove uma política de transporte coletivo e de ciclismo. Assim, a cidade dispõe desde o fim dos anos 90,  de uma rede de ciclovias que aumenta constantemente. Pelo fim de 2006,  já havia 371 quilômetros de vias alternativas em Paris, incluindo as faixas e pistas de ciclismo assim como os corredores de ônibus estendidos. Seguindo o exemplo de Rennes e Lyon, a Prefeitura de Paris lançou em 15 de julho de 2007 um sistema de aluguel de bicicletas, batizado Vélib‘, a rede de compartilhamento de bicicletas mais densa da Europa, tendo 20 000 bicicletas pelo fim de 2007, 1 400 estações de aluguel em Paris, gerida por JCDecaux. A cidade conta além disso com 15 500 táxis lançados em 2007.

bicicletas Velib

bicicletas Velib

Galeria de Fotos

Clique nas fotos para ampliar.

One Response

  1. Marcia Lemke 24/04/2017

Dê sua opinião!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vamos Viajar Juntos!

Junte-se a mais de 8,000 leitores inteligentes e receba nossas dicas imperdíveis para viajar pelo mundo. (é grátis)!