Connect with us

Lucrando com milhas

Lucrando com milhas

Uncategorized

Lucrando com milhas

Lucrando com milhas

Lucrando com milhas? Isso é possível?

Milhas é dinheiro! Esse é um mercado que tem crescido ao longo dos anos, principalmente nos dias atuais. Hoje esse assunto se tornou mais comum no mercado comprar e vender os benefícios acumulados em programas de fidelidade. Porém são muitas as dúvidas sobre como fazer para lucrar com milhas. Preparamos esse artigo para esclarecer dúvidas frequentes e mostrar as melhores estratégias para lucrar com o mercado de milhas .

Portanto acompanhe neste post , algumas estratégias que são capazes de gerar uma boa renda extra com milhas. Uma dica importante é sempre estar atento ao regulamento da promoção a qual pretende participar para que depois não gere nem uma surpresa desagradavel e venha a perder o investimento. Neste post apresentamos 5 estratégias e técnicas que são mais usadas no dia a dia para lucrar com milhas.

Veja abaixo!

Estratégias para lucrar com milhas

Lucrando com milhas

Com certeza você já deve ter recebido uma notificação com o título: compre no no mercado livre e acumule 5 pontos por real. Ou até mesmo 25 pontos por real gasto no TudoAzul. A verdade é que muitos ignoram esses títulos ou tipos de notificação, no entanto é possível ganhar sim uma renda extra através da acumulação de pontos.

Entretanto, aproveitar essas promoções faz parte da estratégia de quem quer lucrar com milhas. Imagine que numa dessas ocasiões você compra um smartphone, por exemplo. Você não precisa do aparelho, mas pode vendê-lo para uma pessoa próxima ou publicar um anúncio em plataformas como Olx e Mercado Livre.

A ideia básica desta estratégia é acumular pontos comprando produtos que possam ser comercializados. Inclusive, você poderá repassar o produto a um preço menor que o oferecido no mercado, pois a pontuação que vai receber compensa esse desconto. Para ficar mais claro eu trouxe um exemplo.

Surge uma promoção de 10 pontos por real gasto na Livelo. Com uma busca rápida, descobre que o valor de mercado do produto “X” é o mesmo que o praticado no programa. Ou seja, R $1.000,00. Comprando esse produto, vou ganhar 10.000 pontos Livello. Para você ter uma ideia, se eu quisesse comprar essa mesma quantidade de pontos, teria que desembolsar R

$420,00. Isso, num cenário em que eu teria 40% de desconto.

Então, no final das contas, considerando o preço dos pontos, o celular custou R $580,00. Esse preço me dá uma boa margem para vendê-lo para alguém. Pois, enquanto no mercado está custando R $1.000,00, eu poderia vender por R $750,00. Ainda teria um lucro de R $170,00 nessa operação considerando os 10 mil pontos que acumulei na Livelo.

Dica:

Sempre pesquisar o mercado uma vez que o encarte dos produtos em uma ação promocional pode estar acima e não compensa mesmo ganhando a pontuação da operação.

Estratégia técnica do agrupamento

A estratégia de agrupamento consiste em aproveitar mais de uma promoção numa única compra. Ela é um pouco mais complicada porque muitas ofertas deixam claro que não são cumulativas com outras promoções. Mas, eis que surgiram as extensões dos navegadores para nos ajudar nesse sentido.

Um exemplo prático e fácil de aplicar essa técnica é o seguinte. Com frequência acontecem promoções de acúmulo especial realizada pelos programas de fidelidade em parceria com as Americanas ou Submarino. Nesse caso, você pode utilizar o hotsite do programa para acessar a loja e lucrar com milhas e depois pagar com Ame Digital para receber desconto e

cashback.

Outra opção é usar cupons de desconto em conjunto as promoções de pontos por real gasto. Sempre vale dar uma olhada para ver se naquela loja não está tendo uma promoção que possa aproveitar junto. Por mais que o desconto não entre no cálculo dos pontos, o valor final ficará ainda mais baixo. Lembro agora de uma promoção com a Netshoes em que comprando

3 produtos, pagava 2.

Nessa ocasião eu ganhei 15 pontos por real na LATAMPass. Além disso, por ser assinante do clube ganhei mais 30% da pontuação que entrou na conta. Perceba que com essa estratégia você vai agregando os benefícios. Com isso, o valor final do produto sai bem mais baixo do que de fato ele vale!

Por fim, com a técnica do agrupamento também é possível aproveitar uma promoção do Banco Inter e ativar a extensão da Méliuz na parte do pagamento para receber cashback. Vale destacar que, nesse caso, corre o risco de não funcionar. Então, a minha dica é: sempre deixe a promoção mais vantajosa como primeira opção.

Fica a dica:

Leia o regulamento, escolha sempre a opção mais vantajosa para ser a principal e aproveite!

Estratégia use o seguro proteção de preço para lucrar com milhas

A terceira estratégia para lucrar com milhas que vou ensinar nesse post envolve a utilização do seguro proteção de preço. Basicamente, esse é um benefício oferecido pelos cartões de crédito. Funciona assim, imagine que você comprou um smartphone na “Loja A”. Mas, dias depois, a “Loja B” fez uma promoção com 40% de desconto pelo mesmo produto.

Bem, nesse cenário, você pode acionar a bandeira e ela vai restituir parte do valor que você pagou. Agora você deve estar se perguntando: “mas como posso usar essa cobertura para lucrar com milhas?”. Eu explico! Logo após a compra, usando um cartão que dê o benefício, é claro, você pode reivindicar uma dessas proteções. Então suponha que o produto tenha custado R

$1.000,00.

Mas, logo depois você encontrou o mesmo item por R $900,00. Se acionar o seguro proteção de preço a bandeira terá que creditar no seu cartão R $100,00. A melhor parte é que esse retorno é sempre pelo valor cheio do produto, uma vez que são os valores que constam na nota fiscal. E o mais importante: a quantidade de pontos acumulados durante a compra se mantém.

Nessa estratégia é preciso ficar atento a alguns detalhes. O seguro proteção de preço não é um benefício oferecido para todos os cartões. Então, é preciso se certificar de que a variante do seu plástico conta com essa vantagem. Você também tem um prazo para acionar o seguro proteção de preço e regras específicas.

Esse tempo pode mudar de acordo com a bandeira do seu cartão. Da mesma forma, é importante se certificar de que o produto da oferta tem as mesmas características e condições de pagamento do que o que você adquiriu anteriormente.

Dica:

Sempre leia as regras para que receba o seguro que o cartão proporciona.

Isso é de fundamental importância para que não se frustre com as operações.

Estratégia venda de passagem aérea

Dentre todas as estratégias que eu apresentei até agora, esta é uma das que você consegue utilizar com mais frequência. Além disso, é possível combiná-la com as técnicas 1 e 2. Vender passagens aéreas é uma forma de lucrar com milhas. Calma, você não precisa abrir uma agência nem mesmo ter CNPJ para começar. Vem comigo que eu explico.

Acontece que, com os pontos acumulados no programa de fidelidade é possível emitir passagens aéreas para terceiros. Por exemplo, um amigo que deseja viajar, mas não está encontrando bilhetes com valor acessível. Assim, você pode resgatar os voos para ele usando os seus pontos e cobrando um valor por esse serviço. Nesse caso, dá para usar como base o valor do milheiro que empresas como Hot Milhas, MaxMilhas e outros usam para comprar pontos de terceiros.

Dica: Usar o preço de site de vendas pode te ajudar a estabelecer um preço justo e que traga lucros. Entretanto, a melhor forma de precificar a emissão de passagens para terceiros é sabendo o quanto você gastou para acumular ou comprar esses pontos.

Estratégia Compra de pontos

Por fim, a quinta e última técnica deste artigo envolve a compra de pontos. Muitas pessoas dizem que pagar para ter milhas não é uma boa ideia. Bem, eu discordo. Com uma estratégia bem fundamentada, esse serviço pode nos trazer um belo retorno financeiro. Para isso, você deve estar atento às oportunidades.

Para ficar mais claro imagine a seguinte situação. Algumas vezes por ano a Livello e Esfera oferecem a possibilidade de comprar pontos com 50% de desconto. Nessas ocasiões o valor do milheiro nesses programas passa a custar R $35,00. Então suponha que você comprou 50 mil milhas nesses programas e depois transferiu para o TudoAzul em uma campanha com 100% de bônus.

Ou seja, no final dessa operação você acumulou 100 mil pontos no TudoAzul por R $1.750,00. Você deve estar se perguntando onde está o lucro. Vou te mostrar agora! No dia em que escrevi este artigo fiz uma cotação no site da HotMilhas. Neste dia o programa estava oferecendo de R$18,40 a R $25,00 por 1.000 milhas TudoAzul.

Nesse caso, o valor do milheiro ia depender de quanto tempo você estaria disposto a esperar para receber o dinheiro. Eu acredito que, aguardar os 60 dias é a melhor opção, pois assim, você teria um lucro de 30% ou R$750,00 sobre essa operação.

Gostou dessas dicas? Então, você vai adorar o treinamento completo Lucrando com milhas. Todos os macetes!

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

To Top